Portal INOVA
Notícia
  • Investimento em inovação em São Paulo aumentou cinco vezes em 2015
  • 31/01/2016 08:11
  • Os financiamentos concedidos pela Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista para as pequenas e médias empresas (PME’s) e prefeituras paulistas somaram R$ 353 milhões em 2015, em uma redução de 23% no montante total financiado pela instituição em relação a 2014. No entanto, ao mesmo tempo em que a falta de confiança dos empresários diante da crise resultou na queda dos financiamentos para investimento, o crédito para inovação quase quintuplicou, saindo de pouco mais de R$ 5 milhões em 2014 para R$ 23 milhões em 2015.

    Em um ano de retração no mercado de crédito para pessoa jurídica, motivada principalmente pela queda da demanda, os financiamentos para o setor público voltados à infraestrutura dos municípios foram os que tiveram o melhor desempenho, somando 37% do total. O setor de serviços foi responsável por 30%, seguido pela indústria com 29% e o comércio, com 4%.

    De acordo com o levantamento, a instituição registrou 196 novos contratos de financiamento em 2015. Em 2014 foram 320: “A baixa atividade econômica reduz os investimentos das empresas em ampliações e modernizações. Os setores de serviços e a indústria são os que mais sofrem com a crise. No entanto, há muitos que apostam na oportunidade, os financiamentos para inovação cresceram substancialmente no ano passado, passaram de 1% do total desembolsado em 2014 para 7% em 2015”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

    Para fomentar o investimento em inovação, a Desenvolve SP ampliou sua atuação no setor. Entre as ações, a Agência lançou no segundo semestre de 2015 o Movimento pela Inovação, iniciativa que oferece atendimento especializado para empreendedores e pesquisadores com objetivo de encurtar a distância entre a produção de inovação e o mercado. Foram seis eventos em diversos parques tecnológicos do Estado, atraindo mais de 350 pesquisadores e empresários inovadores.

    A instituição também buscou aumentar sua presença no mercado de venture capital. Em 2015, a Desenvolve SP investiu R$ 11,3 milhões em fundos de participação, apoiando diversas empresas no desenvolvimento de novas tecnologias, e lançou um novo fundo para investimento em obras de infraestrutura nos municípios paulistas, o InfraPaulista.

    Outro destaque positivo foram os desembolsos realizados pela Linha Economia Verde, que financia projetos sustentáveis ligados a melhorias da eficiência energética, hídrica e à redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. Foram R$ 36 milhões em 2015, valor 7% superior ao financiado em 2014.

    Em relação ao setor público, o maior tomador de crédito da Desenvolve SP em 2015, a demanda foi por linhas de crédito que financiam melhorias na infraestrutura, a adequação e construção de distritos industriais, arenas multiuso, iluminação pública e obras de pavimentação em ruas, avenidas e estradas vicinais: “As prefeituras não pararam e investiram contra a crise. Melhorando sua infraestrutura elas atraem mais empresas, gerando mais emprego e atividade econômica. As prefeituras foram verdadeiras indutoras do crescimento em 2015”, diz Santos.